01 julho 2007

Socializando e aprendendo

Objetivos da atividade:
·
Socializar;
·
Observar características de personalidade dos alunos;
·
Estimular o gosto e prazer pelas aulas de Língua Portuguesa;
·
Estimular o raciocínio lógico partindo de situações reais as quais expressarão sentimentos;
·
Estabelecer relações entre a vida cotidiana, a fala e a produção escrita;
·
Confrontar diferentes abordagens com um mesmo tema;
·
Produzir textos que sejam significativos.

Desenvolvimento:
A professora entrega uma frase para cada aluno e propõe que completem por escrito procurando expressar seus verdadeiros sentimentos, idéias e opiniões.

Exemplos de frases interessantes para serem completadas:
·
Caminho sozinho pelas ruas da cidade, olho em volta e observo que...
·
Hoje eu queria apenas...
·
É muito difícil nos dias de hoje...
·
Depois de um dia cansativo eu gosto de...
·
Ah! Como eu gostaria de...
·
Meu dia fica completo quando eu...
·
Quando estou triste, gosto de...
·
Neste momento a primeira sensação que tenho é...
·
Quando estou em paz comigo mesmo gosto de...
·
Como eu gostaria de reviver o dia...
·
Dias felizes são aqueles em que eu acordo e...
·
O meu maior sonho é...
·
A minha felicidade eu gostaria de dividir...
·
Minha maior alegria é...
·
Quando estou cansado e quero sair da rotina eu...
·
Eu me sinto completamente feliz quando...
· Nesta cidade a gente passa, a gente olha, a gente...
·
Quando abro a janela do meu quarto eu vejo...
·
Se o tempo voltasse atrás eu gostaria...


Num segundo momento, após todos terem completado suas frases, de preferência com a turma sentada em círculo, para que torne o clima mais propício e um ambiente mais informal, propor que leiam a frase já completa.

Após todos terem apresentado suas frases é interessante debater sobre cada uma delas provocando os alunos a darem suas opiniões e expressarem seus sentimentos, indagando: _ Alguém faria o mesmo? _ Quem faria diferente? _ O que? _ Qual frase achou mais interessante? _ Foi difícil a tarefa?

Entre inúmeras perguntas... O professor pode aumentar ou diminuir as perguntas e o debate de acordo com o interesse da turma e o tempo disponível.

A terceira etapa é mais individual todos devem completar todas as frases, lembrando ao professor que deve frisar a importância de colocar sua verdadeira opinião, o que passou exatamente em sua mente ao ler o início da frase.

A partir desta atividade os alunos perceberão que a escrita nada mais é que uma forma de registrar para posteridade e para que outras pessoas possam ter acesso, seus pensamentos, idéias, falas, sentimentos.

O professor pode corrigir gramaticalmente e ortograficamente, juntamente com os alunos, cada frase caso sinta que há necessidade e que permanece o interesse pela atividade.

Interessante: Caso haja o engajamento e interesse esperado por parte dos alunos, pode ser elaborado um texto coletivo, onde o professor através das falas, opiniões dos alunos vai reproduzindo por escrito em um cartaz ou no próprio quadro, orientando sempre, procurando usar idéias e frases de todos, um texto maior: Uma Composição ou Redação propriamente dita.
Neste caso, os alunos se interessam pois quem escreve é o professor mas são eles que produzem a idéia do texto.

Com as devidas orientações do professor, ao término todos os alunos serão autores do texto, e certamente, será gratificante e natural que todos desejem copiar o resultado final.

Durante todas estas etapas o professor terá inúmeras chances de trabalhar ortografia e gramática, sem que os alunos sintam uma simples transmissão ou "decoreba" de conhecimentos. Cabe a professora saber conduzí-la para que seja útil e proveitosa. A professora será a facilitadora de todo um processo de ensino – aprendizagem da Língua Materna e não uma mera transmissora.

Será, sem dúvida, uma experiência agradável, diferente e prazerosa para todos.

Nenhum comentário: