30 setembro 2007

Receita de Paçoca de corte


300g de bolacha maisena
500g de amendoim torrado e mo
ído
1 lata de leite condensado
Modo de fazer


Amasse tudo e arrume em uma assadeira. Leve a geladeira por 30 minutos e corte em quadradinhos. Só isso!!! Bom apetite!

Uma receita para ser feita com a participação dos alunos.
Onde podemos explorar variadas atividades!

Qual seu número?

Objetivo Geral:

· Compreender que os números e consequentemente a Matemática estão presentes em nossas vidas de forma tão constante que algumas vezes nem percebemos.

Objetivos Específicos:

1. Listar números que fazem parte do nosso dia-a-dia.

2. Relacionar as utilizações dos números no nosso cotidiano.

3. Identificar os algarismos 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 0.

4. Compreender o sistema de numeração decimal como agrupamentos de dez.

5. Identificar uma dezena como agrupamento de dez unidades.

6. Perceber a importância dos números.

7. Efetuar as operações matemáticas como parte do jogo do Bingo.

8. Elaborar e registrar as continhas e/ou as situações-problemas coerentes com os resultados/ números escolhidos.

Atividades:

1) Trabalhando a oralidade:

a) Diga alguns números que fazem parte da nossa vida:

· Números de calçados.

· Números de roupas.

· Números de telefones/celulares.

· Números das casas.

· Datas de aniversários.

· Agenda do dia.

· Calendário, etc.

b) Para que serve os números dos calçados?

· Cada número corresponde a um tamanho de pé. São medidas convencionadas e que facilitam a vida das pessoas.

c) Explicar a importância dos dez algarismos. Com eles podemos escrever qualquer número.

d) Explorar a idéia de que o sistema decimal é decorrente da base dez.

2) Bingo das operações matemáticas:

a) Cada jogador recebe uma cartela.

b) A pessoa que sortear as fichas vai falar alto a continha, exemplo: dois mais dois.

c) Os jogadores têm que procurar na sua cartela a resposta desta equação, exemplo: quatro.

d) Quando um jogador consegue marcar uma fileira de cinco, vertical ou horizontal, ele grita bingo!

e) A resposta de cada equação está escrita no canto direito de cada ficha. É importante que os jogadores não gritem a resposta, pois parte da brincadeira está em acertar a equação.

f) A brincadeira poderá ser feita individualmente ou em duplas.

3) Registrando...

a) Cada aluno escolhe três números da cartela utilizada no jogo para elaborar continhas/ operações cujos números sejam os resultados.

4) Observações:

a) Durante o jogo, dependendo do nível da turma, substituir as operações das fichas por outras com mais ou menos dificuldades, exemplo: dois mais dois troca-se por doze dividido por três, ou duas vezes dois.

b) No momento do “Registrando...” também dependendo do desempenho dos alunos, pedir para elaborar uma situação-problema, ao invés da continha.

c) Auxiliar no momento de armar as continhas com o uso do QVL (quadro valor lugar).

09 setembro 2007

Dias Melhores

(Jota Quest)

Vivemos esperando
Dias melhores
Dias de paz, dias a mais
Dias que não deixaremos para trás

Vivemos esperando
O dia em que seremos melhores
Melhores no amor, melhores na dor

Melhores em tudo

Vivemos
esperando

O dia em que seremos para sempre
Vivemos esperando
Dias melhores para sempre

(Composição: Rogério Flausino)

Dia da Árvore

Os Estados Unidos o Dia da Árvore é 22 de abril. A data coincide com o aniversário de J. Morton, um morador de Nebrasca que incentivou a plantação de árvores naquele Estado. O Brasil foi um dos poucos países que não seguiu o exemplo dos EUA e escolheu o dia 21 de setembro para celebrar a árvore. A explicação por adotar esta data, tomada há 30 anos é que os povos indígenas brasileiros sempre cultuaram as árvores à época das chuvas ou quando se preparava a terra para semear. A data que marca a entrada da primavera.

Curiosidade: por razões climáticas, o Norte e Nordeste do Brasil cultuam a árvore na última semana de março, no período referente ao início das chuvas naquela região, e não como acontece no resto do País.

Além de embelezar praças, avenidas e ruas, as árvores refrescam o ambiente. Isto acontece porque dão sombra e mantêm a umidade do ar. Além disso, as plantas ajudam a diminuir a poluição porque absorvem gás carbônico da queima de combustíveis. Isso significa mais oxigênio para nós, humanos.

As plantas também são verdadeiras barreiras que mudam a direção dos ventos e filtram poeira e fuligem. Mantêm firme o solo, sendo indispensáveis nas encostas, às margens de rios e mananciais. Alem dos deliciosos frutos que nos fornecem.

21 de setembro – Dia da Árvore

05 setembro 2007

TRIOS IMPORTANTES

Três verbos existem que, bem conjugados,

serão lâmpadas luminosas em nosso caminho:

Aprender
Servir
Cooperar

Três atitudes que exigem muita atenção:

Analisar
Reprovar
Reclamar

De três normas de conduta que jamais nos arrependeremos:
Auxiliar com a intenção do bem
Silenciar
Pronunciar frases de bondade e estímulo

Três diretrizes que manter-nos-ão, invariavelmente, em rumo certo:

Ajudar sem distinção
Esquecer todo mal
Trabalhar sempre

Três posições que devemos evitar em todas as circunstâncias:
Maldizer
Condenar
Destruir

Possuímos três valores que, depois de perdidos, jamais serão recuperados:

A hora que passa
A oportunidade de elevação
A palavra falada

Três programas sublimes que se desdobram à nossa frente,

revelando-nos a glória da Vida Superior:

Amor.
Humildade
Bom Ânimo

Que o Senhor nos ajude, pois, em nossas necessidades,

a seguir sempre três abençoadas regras de salvação:

Corrigir em nós o que nos desagrada em outras pessoas
Amparar-nos mutuamente
Amar-nos uns aos outros.

(Francisco Cândido Xavier)

É preciso sonhar...

“Há quem diga que todas as noites são de sonhos.

Mas há também quem garanta que nem todas, só as de verão.

Mas no fundo isso não tem muita importância.

O que interessa mesmo não são as noites em si, são os sonhos.

Sonhos que o homem sonha sempre.

Em todos os lugares, em todas as épocas do ano, dormindo ou acordado."

( Shakespeare )

03 setembro 2007

“...está em nossas mãos!!!”



Havia um viúvo que tinha um casal de filhos muito espertos, e que eram muito curiosos sobre tudo. Eles viviam fazendo perguntas. Perguntas, perguntas, perguntas. Apesar do pai das crianças conseguir responder a várias perguntas, para muitas delas ele não encontrava respostas. Por isso, começou a sentir que precisava arranjar alguém que pudesse. Assim, ele decidiu mandar os filhos para viverem com um velho sábio que morava na montanha. E assim foi feito.

Os filhos foram morar com o velho sábio da montanha. E eles continuaram fazendo perguntas. Perguntas, perguntas, perguntas. Mas diferentemente do pai; o velho sábio sempre tinha uma resposta. Ele conseguia responder absolutamente a todas as perguntas que os meninos faziam.

No começo, foi uma festa. Mas com o passar do tempo, os meninos começaram a achar aquilo meio irritante, pois não importava o que eles perguntassem, o velho homem sempre tinha a resposta. Assim, o tempo foi passando e os meninos começaram a achar aquilo super irritante. Aí eles começaram a procurar um jeito de “pegar” o homem.

Um dia, o irmão correu para a irmã com uma linda e brilhante borboleta azul nas mãos. “Eu tive uma brilhante idéia”, ele falou. “Eu acabei de encontrar essa borboleta e eu pensei que posso segurá-la nas mãos e ir perguntar para o velho sábio se ela está viva ou morta. Se ele responder que está morta, eu abro a mão e deixo ela sair voando. Se ele responder que está viva, eu dou um rápido e forte apertão nela, abro as mãos e digo:“Errado, ela está morta!”. Assim, qualquer resposta que ele der nós venceremos e conseguiremos enganá-lo. “Brilhante”, falou a irmã, e eles foram procurar o velho sábio.

Encontraram o homem, sentado numa pedra debaixo de uma árvore de eucalipto. As crianças correram em sua direção. - “Oh velho sábio”, falou o irmão com a borboleta, “Eu peguei essa borboleta em minhas mãos, e eu gostaria de te perguntar se ela está viva ou morta”.

O velho sábio olhou por um momento para as crianças e pensou. Aí ele sorriu. “Meus queridos”, ele falou, “a borboleta está...

A Ratoeira

Um rato olhando pelo buraco na parede vê o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote. Pensou logo em que tipo de comida poderia ter ali. Ficou aterrorizado quando descobriu que era uma ratoeira.

Foi para o pátio da fazenda advertindo a todos:

-"Tem uma ratoeira na casa, uma ratoeira na casa."

A galinha, que estava cacarejando e ciscando, levantou a cabeça e disse:

-"Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que é um grande problema para o senhor, mas não me prejudica em nada, não me incomoda."

O rato foi até o porco e disse a ele:

-"Tem uma ratoeira na casa, uma ratoeira."

-"Desculpe-me Sr. Rato, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser rezar. Fique tranqüilo que o senhor será lembrado nas minhas preces."

O rato dirigiu-se então à vaca. Ela disse:

-"O que Sr. Rato? Uma ratoeira? Por acaso estou em perigo? Acho que não!"

Então o rato voltou para a casa, cabisbaixo e abatido, para encarar a ratoeira do fazendeiro.

Naquela noite ouviu-se um barulho, como o de uma ratoeira pegando sua vítima. A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia pego. No escuro, ela não viu que a ratoeira pegou a cauda de uma cobra venenosa. Ao se aproximar... a cobra picou a mulher...

O fazendeiro a levou imediatamente ao hospital. Ela voltou com febre. Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja...

O fazendeiro pegou seu cutelo e foi providenciar o ingrediente principal... a galinha...

Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-la. Para alimentá-los o fazendeiro matou o porco. A mulher não melhorou e muitas pessoas vieram visitá-la. Muita gente veio vê-la o fazendeiro ,então, sacrificou a vaca para alimentar todo aquele povo.


Na próxima vez que você ouvir dizer que alguém está diante de um problema e acreditar que o problema não lhe diz respeito lembre-se que, quando há uma ratoeira na casa, toda a fazenda corre risco.

Os Dez Mandamentos do Sorriso!!!

Sorria para as pessoas... e lembre-se que acionamos 72 músculos para franzir a testa e apenas 14 para Sorrir. Portanto Sorria!!!

Fale com as pessoas sempre sorrindo. Não há nada mais agradável e animador quanto uma palavra de saudação com um sorriso amável.

Chame as pessoas pelo nome e Sorria!!!, a música mais suave para muitos, ainda é ouvir seu próprio nome com um belo Sorriso.

Seja amigo e prestativo. Se quiser ter amigos, seja amigo, mas lembre-se... Sorria!!!

Seja cordial e sincero. Tudo que fizer, faça com amor, carinho e Sorrindo.

Interesse-se sinceramente pelos outros. Lembre-se que você sabe o que sabe, porém você não sabe o que os outros sabem.

Seja generoso em elogiar e cauteloso ao criticar. Um amigo elogia, sabe encorajar, dar confiança e elevar os outros Sempre Sorrindo!!!

Considere os sentimentos dos outros. Existem três lados numa controvérsia: O seu, o do outro e o lado de quem está certo. Portanto Sorria!!!

Um verdadeiro amigo deve Sorrir, ouvir, aprender e elogiar sempre.

O que vale realmente na vida é o que fazemos pelos outros...portanto ao fazer alguma coisa pelo próximo, faça Sorrindo!!!