28 agosto 2007

Curiosidades sobre o GATO

O gato é um animal simpático, enigmático e fofinho, que conquistou a nossa simpatia. Atualmente, existem mais de 30 raças de gatos com diferentes tamanhos, formas e cores; com pêlo comprido ou curto; com ou sem cauda; mais ou menos brincalhões, etc.

Todos os gatos, inclusivamente os domésticos, são rápidos e bons caçadores. São animais carnívoros que caçam pequenos animais como ratos e toupeiras, peixes, rãs, lagartos, cobras e alguns pássaros, como pardais e melros. Utilizam a sua visão e audição apuradas para caçar as suas presas, de dia e de noite.

Apesar de o gato ser um animal muito independente e solitário, eles conseguem comunicar com outros gatos e com o seu dono através do movimento da cauda, orelhas, cabeça e olhos. O miar e ronronar do gato servem também para comunicar. O gato mia de maneira diferente quando, por exemplo, quer comer, passear ou quando está brincando. Você já ouviu algum gato a ronronar? Quando os gatos se sentem contentes, calmos ou descansados produzem um ruído especial - o ronrom.

Do mesmo modo que nos usamos diferentes expressões faciais quando estamos aborrecidos, alegre ou pensativo, os gatos também têm as suas 'expressões'! Por exemplo, um gato contente põe as orelhas retas, os bigodes para os lados e os olhos quase fechados.

Como já observamos, os gatinhos são muitos brincalhões! Sobem nas cortinas, escondem-se no jardim, correm atrás das borboletas, etc. Eles brincam porque é divertido, mas também porque é assim que eles crescem saudáveis e se preparam para a vida adulta.

Já deves ter ouvido dizer que o gato possui sete vidas. Mas isso não é totalmente verdade! Um gato vive, em média, 12 a 15 anos. O fato de o gato nem sempre se machucar ao cair de grandes alturas deve-se à capacidade que ele tem de se conseguir virar no ar e chegar no chão nas quatro patas. Este exemplo, e muitos outros, mostram a grande agilidade deste felino.

Não terminamos sem te lembrar que os gatos não são brinquedos com os quais podes brincar sempre que te apetece. Pelo contrário, são animais que devem ser tratados com muito respeito e carinho!

19 agosto 2007

Minha máquina antiga

Apxsar dx minha máquina dx xscrxvxr sxr um modxlo antigo, funciona bxm, com xxcxção dx uma txcla.

Há 42 txclas qux funcionam bxm, mxnos uma, x isso faz uma grandx difxrxnça. As vxzxs, mx parxcx qux mxu grupo x como a minha máquina dx xscrxvxr, qux nxm todos os mxmbros xstão dxsxmpxnhando suas funçõxs como dxviam, qux txm um mxmbro achando qux sua ausxncia não fará falta...

Vocx dirá: “Afinal, sou apxnas uma pxça sxm xxprxssão x, por isso, não farxi difxrxnça x falta à comunidadx.” Xntrxtanto, para uma organização podxr progrxdir xficixntxmxntx, prxcisa da participação ativa x construtiva dx todos os sxus intxgrantxs.

Na próxima vxz qux vocx pxnsar qux não prxcisam dx vocx, lxmbrx-sx da minha vxlha máquina dx xscrxvxr x diga a si mxsmo: “Xu sou uma pxça importantx do grupo x os mxus amigos prxcisam dx mxus sxrviços!”


Pronto, agora consertei a minha máquina de escrever.


Você entendeu?

Percebeu a sua imensa participação na vida daqueles ao seu redor?

Percebeu que assim como tem pessoas que são importantes para nós, também, somos parte do Universo e como tal somos uma peça que não podemos faltar no quebra-cabeça da vida...

(autor desconhecido)

1) Escreva:

a. Seu nome completo: ___________________________________

b. Sua idade: ___________

c. Seu esporte preferido: __________________________________

2) Marque com um (X) a resposta certa:

a. Sua escola fica: ( ) perto de casa. ( ) longe de casa.

b. Sua casa tem luz elétrica? ( ) sim ( ) não

c. Sua casa tem água encanada? ( ) sim ( ) não

3) Assinale com um (X) os elementos que você vê na paisagem da rua da sua escola:

( ) casas ( ) edifícios ( ) árvores ( ) rio ( ) córrego ( ) lojas ( ) postes ( ) sinais de trânsito ( ) fábricas ( ) telefones públicos

( ) ponto de ônibus ( ) terrenos desocupados ( ) animais

( ) pontes ( )praças ( ) igreja ( ) correios ( ) morro

4) Desenhe o caminho que você faz até a escola:




5) Desenhe como você vê a sua casa:



16 agosto 2007

Mitos do Folclore - SACI

A Lenda do Saci data do fim do século XVIII. Durante a escravidão, as amas-secas e os caboclos-velhos assustavam as crianças com os relatos das travessuras dele. Seu nome no Brasil é origem Tupi Guarani. Em muitas regiões do Brasil, o Saci é considerado um ser brincalhão enquanto que em outros lugares ele é visto como um ser maligno.

É uma criança, um negrinho de uma perna só que fuma um cachimbo e usa na cabeça uma carapuça vermelha que lhe dá poderes mágicos, como o de desaparecer e aparecer onde quiser. Existem 3 tipos de Sacis: O Pererê, que é pretinho, O Trique, moreno e brincalhão e o Saçurá, que tem olhos vermelhos. Ele também se transforma numa ave chamada Matiaperê cujo assobio melancólico dificílmente se sabe de onde vem.

Ele adora fazer pequenas travessuras, como esconder brinquedos, soltar animais dos currais, derramar sal nas cozinhas, fazer tranças nas crinas dos cavalos, etc. Diz a crença popular que dentro de todo redemoinho de vento existe um Saci. Ele não atravessa córregos nem riachos. Alguém perseguido por ele, deve jogar cordas com nós em seu caminho que ele vai parar para desatar os nós, deixando que a pessoa fuja.

Diz a lenda que, se alguém jogar dentro do redemoinho um rosário de mato bento ou uma peneira, pode capturá-lo, e se conseguir sua carapuça, será recompensado com a realização de um desejo.

12 agosto 2007

Trabalhando com lista 2

Leia a lista de palavras.

CADEIRA

CACHORRO-QUENTE

PÉS

ESTANTE

JOELHOS

SALADA

CAMA

SOFÁ

CARNE

BARRIGA

CABEÇA

BATATA

FEIJÃO

SOPA

MACARRÃO

PERNAS

ARMÁRIO

PEIXE

SORVETE

MESA

BRAÇOS

ORELHAS

PESCOÇO

Descubra quantos aparecem na lista:

  1. Partes do corpo humano: _______
  2. Alimentos: ______
  3. Móveis: ______

Complete o quadro de acordo com a lista:

Móveis

Partes do corpo

Alimentos

De que outra forma poderia organizar as palavras da lista?

Trabalhando com lista

Encontre e risque a palavra que não pertence a cada série:

Pão

Manga

Sabonete

Cachorro

Livro

Lápis

Leite

Jabuticaba

Carne

Elefante

Camiseta

Arroz

Gasolina

Laranja

fio dental

Tartaruga

Bermuda

Caderno

Açúcar

Caju

Xampu

Boi

Meias

Borracha

Café

Camisa

Pasta de dente

Rosa

Saia

Caneta







Escreva em cada série mais uma palavra que faça parte do conjunto.

Agora escreva o nome do conjunto a qual pertence cada série:

  1. _______________________
  2. _______________________
  3. _______________________
  4. _______________________
  5. _______________________
  6. _______________________

Desafio: Descubra onde moram...

Leia o texto e descubra onde moram e que animais de estimação possuem.

Muito interessante esta atividade!

Trabalha a leitura, interpretação, raciocínio lógico e é ótimo para a interação na turma promovendo atividades em duplas ou em grupo.


Joana, Deise, Magda, Jorge e Beto moram na mesma rua.

Meu nome é Joana, tenho 10 anos. Minha casa fica numa esquina. Na minha rua tem muitas crianças.

Minha melhor amiga é Deise, que mora duas casas depois da minha. Magda, que também é minha amiga, mora numa casa azul.

Eu também gosto muito do Jorge, mas ele não é meu vizinho.

Beto tem um gato que esta sempre querendo pegar o passarinho da casa vizinha. Meu cachorro implica muito com o gato de Beto. Eu so fico imaginando a alegria desse gato se ele descobrisse os peixes que tem na casa da esquina. Ia ser um belo almoço. Ainda bem que o outro bicho que mora la na minha rua é uma pacata tartaruga.


Com as informações acima, complete o quadro:

Casas

Laranja

Vermelho

Rosa

Amarelo

Azul

Morador



Deise



Animal

Cachorro





09 agosto 2007

Trabalhando com Poesia

Acidente

Atirei o pau no gato,

mas o gato não morreu.

Porque o pau pegou no rato

que eu tentei salvar do gato.

E o rato (que chato!)

foi quem morreu...

José Paulo Paes



1. Depois de ler o texto copie:

a. O nome do autor: ________________________________

b. O título do texto: ________________________________

2. Você conhece uma cantiga de roda parecida com o texto que acabou de ler? Marque com um X o nome da cantiga.

( ) Ciranda cirandinha

( ) Atirei o pau no gato

( ) Terezinha de Jesus

3. Escreva o nome dos animais que aparecem no texto:

__________________________________________________________________________

4. Circule o animal que é considerado doméstico.

RATO

GATO

5. screva uma frase sobre o gato.

_________________________________________


05 agosto 2007

Para ler e sentir...

Dói

(Miguel Falabella)


Trancar o dedo numa porta dói.
Bater com o queixo no chão dói.
Torcer o tornozelo dói.
Um tapa, um soco, um pontapé, doem.
Dói bater a cabeça na quina da mesa, dói morder a língua, dói cólica, cárie e pedra no rim.
Mas o que mais dói é a saudade.
Saudade de um irmão que mora longe.
Saudade de uma cachoeira da infância.
Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais.
Saudade do pai que morreu, do amigo imaginário que nunca existiu.
Saudade de uma cidade.
Saudade da gente mesmo, que o tempo não perdoa.
Doem essas saudades todas.
Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama .
Saudade da pele, do cheiro, dos beijos.
Saudade da presença, e até da ausência consentida.
Você podia ficar na sala e ela no quarto, sem se verem, mas sabiam-se lá.
Você podia ir para o dentista e ela para a faculdade, mas sabiam-se onde.
Você podia ficar o dia sem vê-la, ela o dia sem vê-lo, mas sabiam-se amanhã.
Contudo, quando o amor de um acaba, ou torna-se menor, ao outro sobra uma saudade que ninguém sabe como deter.
Saudade é basicamente não saber.
Não saber mais se ela continua fungando num ambiente mais frio.
Não saber se ele continua sem fazer a barba por causa daquela alergia.
Não saber se ela ainda usa aquela saia.
Não saber se ele foi na consulta com o dermatologista como prometeu.
Não saber se ela tem comido bem por causa daquela mania de estar sempre ocupada;
Se ele tem assistido as aulas de inglês, se aprendeu a entrar na Internet e encontrar a página do Diário Oficial;
Se ela aprendeu a estacionar entre dois carros;
Se ele continua preferindo Whisky;
Se ela continua preferindo suco de laranja;
Se ele continua sorrindo com aqueles olhinhos apertados;
Se ela continua dançando daquele jeitinho enlouquecedor
Se ele continua cantando tão mal;
Se ela continua adorando o MC Donald's;
Se ele continua amando;
Se ela continua a chorar até nas comédias.
Saudade é não saber mesmo!
Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos; não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento; não saber como frear as lágrimas diante de um a música; não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.
Saudade é não querer saber se ela está com outro, e ao mesmo tempo querer.
É não saber se ele está feliz, e ao mesmo tempo perguntar a todos os amigos por isso...
É não querer saber se ele está mais magro, se ela está mais bela.
Saudade é nunca mais saber de quem se ama, e ainda assim doer.
Saudade é isso que senti enquanto estive escrevendo, e o que você provavelmente está sentindo agora, depois que acabou de ler...
Saudades...

Lindo demais... pura emoção.

Vale a pena ler várias vezes!

Trabalhando com Fábulas 2

O Cachorro e sua Sombra

Um cachorro com um pedaço de carne roubada na boca estava atravessando um rio a caminho de sua casa quando viu sua sombra refletida na água. Pensando que estava vendo outro cachorro com outro pedaço de carne, ele deu uma mordida na imagem que viu na água para pegar a outra carne. Mas, quando abriu a boca, deixou cair no rio o pedaço que já era dele.

Fábulas de Esopo. São Paulo: Companhia das Letrinhas,2001. (Adaptado)

1. Releia o trecho:

Pensando que estava vendo outro cachorro com outro pedaço de carne, ele deu uma mordida na imagem que viu na água para pegar a outra carne.

De acordo com o trecho acima, o cachorro se mostrou:

a) medroso.

b) guloso.

c) inteligente.

2. O que o cachorro deixou cair no rio?

__________________________________________

3. Marque abaixo a frase que combina melhor com esta história.

a) Trate os outros como você deseja ser tratado.

b) Uma boa ação ganha outra.

c) Quem tudo quer tudo perde

4. O texto que você leu pode ser encontrado em:

a) livros de histórias.

b) gibis.

c) jornais.

Texto para se divertir

Veja que gracinha!!
Muito enrolado este caracol.

PRODUÇÃO DE TEXTO

O CARRO DOS MEUS SONHOS

IMAGINE QUE VOCÊ GANHOU UM CARRINHO QUE SEJA O DOS SEUS SONHOS. COMPLETE O QUADRO ABAIXO RESPONDENDO ÀS PERGUNTAS:

QUAL A MARCA DO CARRO?

QUANDO O GANHOU?

QUEM LHE DEU?

QUAL É A COR DELE?

COMO FUNCIONA?

ONDE VOCÊ O USA?

POR QUE ELE É O SEU PREFERIDO?

ONDE VOCÊ O GUARDA?

RECORTE DE JORNAIS OU REVISTAS CARROS QUE VOCÊ ACHA BONITO E COLE AQUI.